segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Não Havia Necessidade...!!!!: D. Policarpo diz manifestações de rua não resolvem problema do país.

O cardeal Patriarca de Lisboa já nos tem vindo a habituar, nos últimos tempos, a algumas intervenções infelizes, a última das quais este fim-de-semana, ao referir-se com argumentos anti-democráticos às manifestações de rua.

A Igreja portuguesa, uma das mas avançadas na Europa, onde muitos das figuras mais importantes da hierarquia têm manifestado a sua solidariedade e a sua preocupação em relação à situação dos cidadãos deste país, não merecia uma atitude como a do seu Cardeal.

Talvez a idade avançada do Cardeal possa justificar alguma falta de senso, mas é grave que o faça num momento destes.

O nosso Cardeal esquece-se que a própria Igreja, sempre que se viu ofendida e atacada, não temeu sair à rua para se manifestar.

O  nosso Cardeal esquece-se que grandes manifestações de fé, como aquela que ocorreu dia 13 em Fátima, também são manifestações de rua, ainda por cima, este ano, como o comprovam as reportagens feitas entre os fiéis que aí estavam presentes,  a motivação da sua presença passava pela preocupação com o desemprego de familiares ou dos próprios, ou com a situação económica e social do país.

O Cardeal não pode ficar ao lado dos poderosos e dos governantes que são os responsáveis pela situação crítica e de desespero em que vivem os cidadãos do país.

Vamos acredita que foi apenas um momento menos feliz do nosso Cardeal...

Sem comentários: