quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Borges vem em socorro do "patrão": Gaspar "é muito bom", é "uma sorte enorme" tê-lo

Isto não é notícia. 

Estavam há espera de quê? Que o Borges dissesse outra coisa que não fosse a defesa de quem lhe deu o emprego e de quem executa tão competentemente as orientações da Goldman Sachs para destruir o Estado Social, os direitos sociais , impor a desvalorização do sector trabalho e salvar o sector financeiro especulativo?
Estáo bem um para o outro...

Borges junta-se assim ao oportunista Mira Amaral, o tal a quem estamos a pagar a sua negociata com os restos do BPN, que tembém veio hoje a correr a defender este governo... 

Sem comentários: