sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

“Fora o Arbitro”!


O mundo do futebol não é ambiente que se recomende.
Agora parece que os maus resultados, por falta de empenhamento dos jogadores com salários milionários, por treinadores mais preocupados em aparecer nos noticiários do que em trabalhar, e por dirigentes fala-barato preocupados com os negócios chorudos que podem obter no futebol, são culpa dos árbitros.

A comunicação social dá uma mãozinha para incendiar o ambiente, porque tem de garantir audiências e vender publicidade, porque tudo é negócio, em vez de fazer o que lhe competia que era investigar a origem dos milhões no futebol e fazer a pedagogia da tolerância.

Confesso que cada vez que um noticiário abre com notícias do futebol mudo logo de canal, ou fecho a televisão se o futebol abre com as mesmas declarações em todos os canais.

….E começam a irritar-me cada vez  mais as declarações incendiárias de treinadores e dirigentes de clubes contra os árbitros, sempre que perdem um jogo.
A quantidade de gente mal-educada e intolerante que frequenta o mundo do futebol, da comunicação social aos estádios, começa a ser preocupante.

A única vantagem do futebol continua a ser a de absorver as tensões neo-fascistas, canalizadas para o pobre árbitro, em vez de serem canalizadas para destruir as sociedades democráticas.

Mas também essa linha de demarcação começa a  ultrapassar o limite do razoável de forma preocupante, muito por obra e graça de uma comunicação social conivente com esses arruaceiros, dando-lhes espaço de  visibilidade.
O  espírito arrogante, intolerante e boçal daqueles que acusam os árbitros pelo mau resultado das equipas é o mesmo encontramos na mesma comunicação social e nos mesmos políticos que fazem carreira no futebol, quando acusam os professores pelo mau resultado de alunos que não estudam, quando acusam médicos pela falta de saúde de quem nunca se preocupou em levar uma vida saudável, quando acusam a polícia por serem autuados por transgredirem a lei, quando acusam o funcionário das finanças porque desmascararam o golpe de quem tento escapar ao fisco ou quando acusam o juíz por serem condenados por crimes que os próprios cometeram conscientemente.

Basta de gritar “Fora o Arbitro”… e assumam as vossas responsabilidades!

Sem comentários: