sexta-feira, 6 de junho de 2014

Recordar Robert Capa, a propósito do 70º aniversário do desembarque na Normandia.

Passam hoje 70 anos sobre o desembarque das tropas aliadas na Normandia, um dos episódios mais sangrentos, mas também mais decisivos, da 2ª Guerra Mundial.

Jornais como o Publico, também AQUI, recordam hoje esse dia histórico.  O El Publico espanhol recorda AQUI a forma como esse acontecimento foi tratado co cinema. Por sua vez o EL País entrevistou o historiador Antony Beever sobre o significado histórico do desembarque. Já o Le Monde foi ver como se vive hoje nas praias do desembarque, comparando fotografias da época com fotos de hoje (podem clicar nas palavras assinaladas para verem essas reportagens e textos).

As fotografias de Robert Capa, que nesse dia acompanhou os soldados do regimento de infantaria nº16 da 1ª Divisão do exército norte-americano, ficaram como um dos principais ícones desse Dia D.

Capa trabalhava para a revista Life e, ao abrir inadvertidamente a sua máquia fotográfica, acabou por estragar quase todas as 108 fotografias que conseguiu tirar na dificil situação de combate.
Só 11 fotografias se salvaram, tendo a Life publicado dez.

Uma das fotografias mais famosas foi a que tirou ao soldado Huston Riley, que nos conta a sua história AQUI, hoje no El Mundo.

Aqui recordamos algumas dessas famosas foto do fundador da Magnum:









Sem comentários: