terça-feira, 30 de maio de 2017

Nem Temer, nem Maduro!!!


No Brasil o presidente Temer enfrenta uma contestação em crescendo, motivada, não só pela forma antidemocrática como se apossou do poder e pela destruição sistemáticas das medidas de carácter social levadas a cabo pelos  seus antecessores, mas também pela forma como, sem legitimidade, procura impor um programa neoliberal de destruição do muito que no Brasil  se conseguiu conquistar em desenvolvimento humano nos últimos anos.

A agravar toda essa situação, vê-se agora envolvido num esquema de corrupção, ele que chegou ao poder em nome da luta contra a corrupção.

Por ironia da história, quase todos os que destituíram a presidente Dilma estão agora a contas com a justiça, enquanto, até ao momento, nada se conseguiu provar contra ela.

Se Temer se mantiver por muito tempo, o Brasil caminha para o descalabro económico e social e voltará à situação onde estava antes da chegada do Partido Trabalhista ao poder, se bem que este partido não tenha conseguido fugir ao generalizado esquema de corrupção em que vive a classe política brasileira.

Nos antípodas da família política de Temer, também o presidente da Venezuela, Maduro, está a conduzir o país para a um beco sem saída, agravando as condições de vida dos venezuelanos e sendo incapaz de propor uma saída política para a crise.

Com a sua irresponsabilidade, Maduro arrisca-se a destruir, não só o país, mas também as políticas sociais, algumas bastante positivas, levadas a cabo pelo seu antecessor, embora Chávez fosse outro populista irresponsável.

A Venezuela corre o risco de, depois de afastar Maduro, acabar por deitar fora “o bébé com a àgua do banho”, até porque a alternativa ao candidato a ditador não é muito mais credível do que ele.

Se houvesse dúvidas sobre a política desastrosa de Maduro, bastava consultar os últimos dados daquele país sobre a mortalidade infantil (AQUI), publicadas pelo próprio governo da Venezuela, um índice que não falha  quando queremos fazer um julgamento objectivo sobre as políticas socias levadas a cabo pelos governos dum país, pois classificam o bem-estar social da sua população.

Por isso é caso para dizer:

Fora Temer e Fora Maduro!!!

Sem comentários: