quarta-feira, 21 de maio de 2014

ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU - A GRANDE ALDRABICE : Merkel já decidiu a próxima Comissão Europeia, antes das eleições.


Prevendo uma enorme abstenção ou um voto em partidos euro cépticos, nomeadamente de extrema-direita ou populistas,  ou, à esquerda, nos críticos das opções "austeritárias" da UE e do BCE, os partidos do chamado arco do poder andam a tentar cativar os eleitores com a história de que, desta vez, os cidadãos europeus, ao elegerem os deputados para o PE, estão também a eleger o próximo Presidente da Comissão Europeia, apresentando os seus candidatos a esse cargo, o sr. Schultz e o sr. Juncker.

Ora a srª Merkel veio agora dizer quem é que manda e já escolheu o próximo Comissário Europeu, nada mais nada menos que a sua amiga, a srº Lagarde( a sua escolha é antiga, mas foi ontem confirmada por uma fonte do jornal on-line Euroactiv, dedicado aos assuntos europeus).

A srª Lagarde tem sido uma preciosa aliada, à frente do FMI, da austeridade imposta aos cidadãos europeus para salvar os desmandos do sector financeiro, que é quem realmente manda na Europa e na srª Merkel.

Ficamos assim esclarecidos sobre essa grande aldrabice que é a de votar para um Parlamento que, mais uma vez,em  nada vai mandar, pois quem vai continuara a mandar na Europa é um conjunto de altos burocratas escolhidos pela líder germânica e pelos bancos que a "financiam".

O único orgáo da UE com alguma legitimidade democrática vai continuar assim a ser um mero "verbo de encher".

Sem comentários: