quinta-feira, 22 de junho de 2017

Investigue-se!!!


O que é que Durão Barroso, Manuel Dias Loureiro, Oliveira e Costa, Santa Lopes, Bagão Félix, António Costa, Souto Moura, PT, BPN, BES, têm em comum?

- a  negociação de uma parceria público-privada que adjudicou, por mais de 500 milhões de euros, um sistema de comunicações integradas que tinha em vista facilitar as comunicações em caso de grandes catástrofes (ler AQUI).

Nos casos mais graves, pelo menos desde 2013, o sistema falhou estrondosamente e, sabe-se agora, uma nova falha pode estar na origem da tragédia na EN 236.

Diga-se, em abono da verdade, que, dos nomes acima referidos, António Costa, durante o seu curto mandato como ministro da administração interna no governo de José Sócrates, foi o único a duvidar daquele negócio. Não sendo especialista pediu pareceres a “especialistas” (procuradoria Geral da República, IGF, ANACOM, Instituto de Telecomunicações e Instituto Superior Técnico!!!!????) e todos concordaram com aquele negócio, pelo que António Costa acabou por concluir o negócio iniciado no governo de Santana Lopes (mas já adoptado de forma “experimental” pelo governo de Durão Barroso).

No meio de tudo isto está um tal Daniel Sanches, ministro da administração interna do governo Santana Lopes, homem de confiança de Loureiro dos Santos, um “boy” do PSD.

Diga-se também, em abono da verdade, que os dois únicos partidos que na Assembleia da República levantaram dúvidas sobre aquele negócio foram o Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português…
Investigue-se até às últimas consequências!!!

Sem comentários: