terça-feira, 10 de setembro de 2013

ESTES NORUEGUESES DEVEM ESTAR LOUCOS!!!!




O mundo, principalmente o da política, está um lugar cada vez menos recomendável.


Na Noruega, o país que ocupa o primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento Mundial , acaba de correr com os trabalhistas para colocar no poder a direita da srª Erna  Solberg, aliada à extrema-direita do Partido Popular, onde militava o terrorista Anders Breivik.


No poder desde 2005,os trabalhistas, liderados por Jeaans Stoltenberg, que ficou famoso por andar em campanha a guiar incognitamente um táxi pelas ruas Oslo, deixaram o país numa situação ainda mais confortável do que aquela em que o encontraram.


A Noruega é considerado o país mais desenvolvido do mundo, um dos mais ricos, praticamente sem desemprego, sem deficit, com uma economia estável e sólida, uma sociedade culta, e um verdadeiro Estado Social.


Tudo isso se deve, em parte, aos lucros do petróleo, mas fundamentalmente à boa gestão dos seus recursos e à redistribuição equitativa da sua riqueza.


Pois tudo isso vai provavelmente acabar, devido a um acto de pura loucura e irreflectido do seu eleitorado, que não terá medido as consequências da sua votação.


Apesar de ser o partido mais votado, os trabalhistas não conseguem obter uma maioria parlamentar.


Por sua vez a coligação da direita, liderada por Erna, que tem como modelo Margereth Thatcher e Angela Markel, com o apoio da extrema-direita, que aparece de face “lavada” em relação à sua responsabilidade moral nos actos terroristas de há dois anos perpetuados por  Breivik, consegue essa maioria para governar.


Razões para isso? O simples desejo de cumprir a tradição de não manter os mesmos no poder muito tempo, segundo alguns analistas tão perplexos como nós.


Sabendo-se contudo que a srª Erna e o seu partido não concordam com a forma como são preservados para o futuro e geridos os lucros do petróleo, a explicação talvez tenha a haver com o desejo do mundo financeiro em se apropriar de um bem que até aqui tem sido considerado dos noruegueses e das gerações futuras, o mesmo mundo financeiro que consegue meios poderosos de controlar eleições e a comunicação social, como por cá já sabemos, levando as pessoas a tomarem opções disparatadas e perigosas como as deste acto eleitoral.


Será curioso analisar o que vai acontecer aos lucros do petróleo norueguês, aos seu Estado Social e ao emprego, bem como à evolução, nos próximos anos, da posição norueguesa no Índice de desenvolvimento humano.


….pobres noruegueses!

Sem comentários: