quarta-feira, 13 de abril de 2016

Desenraizados - quando a "história" da "estória" se repete.


Acabo de ler o livro "Desenraizados" de Erich Maria Remarque.

É a história de desespero de um grupo de migrantes, fugidos,por várias razões, da Alemanha Nazi, antes da guerra despoletar.

Deambulando pelos países vizinhos da Alemanha, jogando constantemente o "jogo do gato e do rato" com as autoridades, procuram escapar do seu trágico destino e, no fim,cada personagem tem um destino diferente.

Mas o que mais me impressionou na leitura deste livro do escritor alemão, ele também um fugitivo ao nazismo, é a sensação que sentimos, ao ler algumas das situações descritas, de um "deja vu" presente desde há alguns anos a esta parte nas histórias dos migrantes sérios, iraquianos e afegãos, desesperando nas fronteiras da Europa.

A história parece que insiste em repetir-se e o desfecho, com outros contornos e protagonistas, prevê-se tão trágico como o daquele tempo.

1 comentário:

Carlos A. A. Neves disse...

Já li essa excelente obra de Remarque há cerca de 40 anos e sem dúvida que a nossa situação constitui um "dejá vu" da mesma,infelizmente!