quinta-feira, 23 de abril de 2015

Torres Vedras e as primeiras eleições livres - 25 de Abril de 1975

(resultados provisórios das eleições de 1975 no concelho de T. Vedras. Fonte: Jornal Badaladas. Este quadro não inclui os votos em branco nem os nulos)

Passam agora 40 anos sobre a realização das primeiras eleições livres em Portugal, que ocorreram em 25 de Abril de 1975.

Foram então eleitos os deputados para a Assembleia Constituinte da qual resultou a constituição democrática de 1976.

Em Torres Vedras, tal como aconteceu por todo o país, essas eleições foram um êxito, com uma abstenção inferior a ...10%!

Torres Vedras tinha um corpo eleitoral com mais de 44 mil eleitores em condições de votarem e a corrida às urnas foi idêntica ao que aconteceu em todo o país.

Concorriam ao círculo eleitoral de Lisboa 11 partidos políticos.

O Partido Socialista venceu a nível nacional, distrital e concelhio.

Em Torres Vedras o PS só não foi o partido mais votado em A-Dos-Cunhados, Campelos, Freiria, Silveira e S. Mamede da Ventosa, freguesias onde o então PPD foi o partido mais votado.

O PCP teve os seus melhores resultados nas freguesias de Dois Portos, Monte Redondo, Stª Maria (vila) e Runa, onde foi a segunda força política mais votada, as mesmas freguesias onde o PPD teve o seu pior resultado.

O pior resultado do PCP, que foi a terceira força política mais votada nas restantes freguesias, foi em Campelos, sendo ultrapassado pelo CDS, que nessa freguesia obteve o seu melhor resultado relativo.

Se a maior parte dos partidos obteve a maior parte dos votos expressos na freguesia urbana de S. Pedro, tal não aconteceu,  curiosamente com o LCI (partido trotskista que esteve na origem do Bloco de Esquerda) que teve mais votos em A-Dos-Cunhados e com a UDP ( que elegeu dois deputados pelo círculo de Lisboa e que esteve também na origem do BE) que teve mais votos em 4 freguesias rurais do que nas freguesias urbanas, nomeadamente na Silveira, S. Mamede da Ventosa, A-Dos-Cunhados e S. Pedro da Cadeira.

Dois deputados de Torres Vedras foram eleitos para a Assembleia Constituinte, Alberto Avelino pelo PS e Afonso de Moura Guedes pelo PSD.Estes são os dois nomes de Torres Vedras que são referidos no site da Assembleia da República.

Contudo esta informação carece de correcção, que nos foi dada por José Damas Antunes, autor de duas obras infelizmente pouco divulgadas, uma sobre a história do PSD na região Oeste e outra sobre o PSD em Torres Vedras.

Tendo investigado mais a fundo o tema, José Damas Antunes enviou-nos a seguinte informação:

"Moura Guedes não foi eleito directamente, o PPD só elegeu 9 deputados por Lisboa, o Afonso ía em 10º, entrou logo mas a substituir Magalhães Mota, que estava no governo. Há outro Deputado de Torres Vedras, o Furtado Fernandes, eleito por Santarém, e outros que morava em Torres Vedras, o Bento Gonçalves, eleito pelo Porto".

Agradeço a valiosa correcção de Damas Antunes.


Aqui ficam alguns documentos para recordar esse momento (podem clicar sobre os documentos para os verem em tamanho grande):

(lista das mesas de voto no concelho, formadas para as eleições de 1975. Fonte: jornal Badaladas)

(colagem de cartazes do PCP - Fonte : Ezequiel Santos)


(comício do PCP em Abril de 1975, com   a presença de Álvaro Cunhal. Fonte: Ezequiel Santos)

(Manifestação de apoio ao MFA, em Abril de 1975, com representantes do PCP, PS e MDP. São visíveis nas paredes cartazes de propaganda eleitoral do PCP, PPD e CDS. Fonte: Ezequiel Santos).

(comunicado do PS com os resultados eleitorais no concelho e uma "saudação socialista" pela eleição de Alberto Avelino para a Assembleia Constituinte)



Sem comentários: