quinta-feira, 6 de setembro de 2012

No 90º Aniversário do Professor Adriano Moreira.




Aí pelos idos dos anos 80, logo no início, eu e o meu amigo Travanca (que daqui  felicito pela sua rápida recuperação…) resolvemos frequentar , em horário pós-laboral, uma disciplina de opção do curso de História, na Faculdade de Letras de Lisboa, para completarmos a licenciatura.

Como não conseguimos vaga nas disciplinas que pretendíamos frequentar, tivemos de nos sujeitar às sobras e acabámos inscritos numa disciplina, da qual já não me lembro o nome, leccionada por um professor de quem ainda menos me recordo o nome, qualquer coisa que tinha a haver com relações internacionais.

As aulas eram uma seca, um autêntico desastre, e o professor um cromo reaccionário e incompetente. Até que um dia o professor anunciou que tinha convidado para leccionar a aula seguinte o professor Adriano Moreira.

Devo dizer que na altura ainda me moviam alguns preconceitos ideológicos sobre a direita portuguesa e por isso pensei que essa aula era apenas o culminar do desastre autêntico em que aquelas aulas se tinham tornado.

Para meu espanto, a aula dada por Adriano Moreira foi de uma clarividência, tolerância e sabedoria a que muito raramente assisti no ensino superior. Não me lembro de mais nada daquela disciplina e do professor que a leccionava, mas a aula do professor Adriano Moreira ficou-me na memória para sempre.

O tema era um tema querido do professor Adriano Moreira, a importância estratégica do Atlântico e eu próprio escolhi o tema dessa conferência para o meu trabalho final dessa disciplina.

A partir de então quebrei de vez os preconceitos ideológicos que ainda tinha em relação às pessoas oriundas da direita, sem abandonar as minhas convicções,  e essa aula  em muito contribuiu para a minha abertura dialogante com muitos que hoje são meus amigos e militam nos partidos de direita.

Um homem com Adriano Moreira é um dos últimos exemplos vivos de uma geração que lutava com convicção pelos seus ideais, de esquerda ou de direita, mas sempre com uma preocupação em fundamentar no estudo, na tolerância e na humildade as suas opções.

Neste dia do seu 90º aniversário, daqui envio um forte abraço a desejar-lhe um Feliz Aniversário e um vida longa.

Sem comentários: