sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

FARTO DA GATUNAGEM!!!




Acabo de consultar a minha conta bancária para perceber quanto é que recebi de salário.

Aquilo com que me deparei fez-me pensar na seguinte hipótese:

Se fosse pela rua e alguém me roubasse a carteira com alguns euros, se não pudesse resistir, pelo menos chamava uns nomes ao energúmeno, talvez o agarrasse e depois fazia queixa à polícia. Ao fim de algum tempo até podia acontecer que o ladrão fosse encontrado e preso, e a minha carteira recuperada, provavelmente já sem o dinheiro, mas com os documentos.

O larápio ia parar à prisão e cumpriria pena.

O que acontece com o que este governo está a fazer, a mando da comissão europeia, do FMI e do BCE, é um assalto em larga escala e legal aos cidadãos, através de um “brutal” aumento de impostos, taxas de vários tipos, cortes salariais, destruição de direitos sociais, para salvar a banca e o sector financeiro e manter a garantia de futuros empregos em grandes empresas e no sector financeiro aos mesmos políticos que cumprem essas ordens.

O que acontece com estes larápios e gatunos de toda a espécie que nos governam , ( gatunos bem engravatado e bem falantes, amigos dos banqueiros e empresários que colocam o dinheiro , que o Estado lhes dá do confisco feito aos cidadãos e que acumulam do branqueamento de dinheiro e de negociatas várias,  em paraísos fiscais para fugir aos mesmos impostos que exigem ao simples cidadãos,  beneficiando de todo o tipo de perdões fiscais e do mau funcionamento da “justiça”), é que, em vez de serem levados a tribunal e serem presos pelo assalto que perpetuam contra os cidadãos que trabalham e pagam os seus impostos, ainda merecem loas por parte de muitos comentadores, economistas e professores universitários, que se indignam quando os cidadãos se manifestam contra esses gatunos engravatados que nos governam.

Dizem esses “pipis” à comunicação social que a interrupção dos discursos balofos e ofensivos desses gatunos engravatados que nos governam é um “ataque à liberdade”!!!!!

Ataque à liberdade? ...mas quando nos lançam no desemprego, na precaridade, nos cortam salários e direitos, nos sobrecarregam com taxas e impostos de toda a ordem para canalizarem o fruto desse confisco para o irresponsável sector financeiro que nos conduziu a este descalabro, isso não é um ataque à liberdade? A liberdade dos cidadãos usufruírem do fruto do seu trabalho, a liberdade dos cidadãos usarem os seus impostos em benefício da solidariedade social, o direito dos cidadãos terem uma vida estável e poderem usufruir da sua vida e de darem um futuro aos seus filhos. Estas são as verdadeiras liberdades…

Não estou contra o facto de pagarmos impostos ao nível dos países nórdicos, mas só se isso for para usufruir dos direitos sociais de que usufruem os cidadãos desses países e não para desbaratar nos diversos buracos financeiros, na salvação de bancos falidos e nos juros usurários da dívida. 

O “larápio” do inicio da  minha “história” está provavelmente a cumprir pena de prisão por causa de “me” ter roubado uns míseros euros. Os gatunos que nos governam ainda gozam na nossa cara e recebem elogios de comentadores e, quando saírem do governo, estarão ricos em empregos bem pagos…até quando?

Sem comentários: