terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

A discoteca Green Hill, que marcou gerações, é hoje uma autêntica ruína


Aí pelos anos 70/80 essa discoteca era das mais famosas da região oeste. Ao lado do Túnel cá de Torres (esta mais antiga, dos anos 60) e da SA na Ericeira (esta mais recente). Em Santa Cruz, menos famosas a não ser dos passavam férias nesta praia, tinhamos a Torre e o Casino.

Uma das características dessas discotecas era a selecção musical, que ía muito para lá da musica a metro que passava noutras discotecas.

No Green Hill, por exemplo, podíamos escolher a pista de dança conforme o estilo musical que mais nos agradava.

Hoje, tal como o Green Hill, está tudo, se não em ruinas, fechado ou transformado noutras coisas.

O Túnel, que tem estado encerrado, vai, contudo, e segundo vimos em publicidade, reabrir durante o carnaval.

Fazer a ronda regular daqueles espaços era uma das "obrigações" da minha geração.

Vale a pena ler a reportagem de Carlos Cipriano publicada no Público deste domingo:

Sem comentários: