sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

BCE - Entregar o ouro ao bandido


O BCE decidiu finalmente justificar os privilégios salariais dos seus dirigentes e tomou medidas para travar os efeitos da austeridade, anunciando a compra gradual de dívida, ao ritmo de 60 mil milhões por mês durante um mínimo de ano e meio.

O problema é que quem sai beneficiado mais uma vez dessas medidas é o sistema financeiro. A economia real (isto  é, os empresários que produzem riqueza e os trabalhadores que a transformam) puco vai sentir os efeitos dessas medidas.

Mais uma vez os grandes especuladores , os que fogem aos impostos, os que alimentam os negócios obscuros do armamento e da droga, isto é, o sistema financeiro que temos, os responsáveis pela situação de “crise” em que vivemos, esses vão ser os grande beneficiados com essas facilidades.

O corrupto sistema financeiro mundial vai assim poder livrar-se da dívida, vende-la ao BCE a juros altíssimos em troca de milhares de milhões de euros obtidos no BCE  a quase 0% de juros e se as coisas correrem mal, cá vão estar os cidadãos europeus para pagar a corrupção e os desvarios.

Mas há mais.

Aquilo que que está a ser vendido ao público como uma luz no fundo do túnel do terror económico-social para onde os cidadãos europeus foram lançados pela austeridade, está armadilhado ao trazer como contrapartida a chantagem das “reformas estruturais”.

Cada vez que oiço falar em “reformas estruturais” apetece-me sacar logo de uma pistola!

Há  muita reforma a fazer nos estados europeus, nomeadamente melhorando as condições de vida dos cidadãos.

Mas quando essa gente fala em “reformas estruturais” não é nisso que estão a pensar.

As “reformas estruturais” destes líderes políticos que nos calharam na rifa da União Europeia é cortar nos salários e nas pensões, cortar nos direitos sociais, facilitar os despedimentos e aumentar a precariedade no emprego, nomeadamente entre os mais jovens e privatizar, a preço de saldo, serviços essenciais para os cidadãos, aumentando os impostos sempre que é preciso salvar o sistema financeiro, provocando como consequência  para a maior parte dos cidadãos o rápido empobrecimento e o agravamento das condições da sua vida.

Ou seja, o que o BCE está a fazer é entregar, de uma só vez, o ouro à banditagem do sistema financeiro.

Esperemos que os cidadãos europeus despertem de vez e dêem a essa gente a resposta adequada. Pode ser que comece já no Domingo com as eleições gregas.

2 comentários:

Josiel Dias disse...

Olá meus amigos, como é maravilhoso encontrar sites com este seu. Parabéns pelo belo trabalho, já estou seguindo.
Aproveitando a oportunidade gostaria de compartilhar com você nosso
blog. Ficaremos felizes por vossa visita e mais ainda se seguir-nos.

AGUARDAMOS SUA VISITA

Atenciosamente

Josiel Dias
http://josiel-dias.blogspot.com
Rio de Janeiro

Venerando António Aspra de Matos disse...

Obrigado pela atenção. Vou fazer uma visita. Cordialmente
Venerando de Matos