segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Troika, pobreza e... eurostat...

É mais um estudo oriundo da Europa, desta vez da Eurostat.
E mais uma vez se comprova a falência do modelo "austeritário" imposto pela União Europeia aos cidadãos do continente, em especial aos portugueses.
Para além disso, viviam em risco de exclusão social 26, 6% dos portugueses, isto é, quase 1/3 da população.
O estranho disto tudo não são os dados revelados, que confirmam muitos outros estudos, mas a origem desse estudo vir de uma instituição que está integrada na "troika", a mesma que impôs o modelo de austeridade que agravou aqueles criminosos dados socias!!!
É caso para perguntar se os burocratas do politburo de Bruxelas lêem esses estudos, quando impõem o seu modelo aos países em dificuldades e quando chantageiam os governos (como o português, o grego, o espanhol, o irlandês e o italiano, ente outros) que procuram tomar medidas para combater as desigualdade e a pobreza!!!???
Se esses estudos não são lidos e aqueles burocratas da troika não agem em conformidade, das duas uma, ou são incompetentes, ou estão de má fé ou andam a gastar impunemente o dinheiro dos contribuintes europeus em estudo inúteis...por mim, é um pouco de tudo isto!!!

Sem comentários: