quarta-feira, 25 de junho de 2014

A Mentira várias vezes repetida : Presidente alemão elogia “reformas bem-sucedidas” em Portugal.

O representante do "capataz" ( a srª Merkel) andou por Portugal a vender a receita da austeridade e a elogiar as "reformas bem sucedidas" (Presidente alemão elogia “reformas bem-sucedidas” em Portugal).

Por sua vez um burocrata não eleito da Comissão Europeia, o comissário para a saúde, veio elogiar os cortes, justificando-os com a salvação do sistema de saúde  (“Os cortes serviram para evitar o colapso do sistema de saúde português”).

Como se costuma dizer, é perguntar à "peixeira" se o peixe é fresco.

Essa gente tem de justificar a receita que impuseram e nunca vão reconhecer os erros dessas medidas, baseadas aliás em várias mentiras, como a de Portugal ser um país de salários altos (???) , onde as pessoas andariam a viver acima das suas possibilidades, ou onde se trabalhava pouco.

Contudo todos os dias surgem notícias que desmentem a justificação e a bondade daquelas medidas, como as duas hoje publicadas em baixo referidas:

Portugal abaixo da média nos indicadores da OCDE sobre bem-estar

Se juntarmos a tudo isso a evolução de outros indicadores sociais de Portugal divulgados todos os dias, fica bem demonstrada a mentira que o Presidente Alemão e os comissários europeus, com o aval dos nossos governantes e dos comentadores de serviço nos procuram impingir com os cínicos elogios ao sacrifício dos portugueses às "reformas bem sucedidas".

Sem comentários: