quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

FORAM-SE OS DEDOS, FICARAM OS ANÉIS: "Regresso aos mercados é um processo. Esta emissão é um passo" .

Os nossos banqueiros, economistas e comentadores do regime andam eufóricos: “Regressámos aos mercados”!

Os desempregados portugueses, os trabalhadores precários, os contribuintes espoliados e os trabalhadores com os seus direitos reduzidos , estão aí para mostrar  a falsidade dessa euforia.

Eufóricos só podem estar aqueles que põem a salvação do corrupto sistema financeiro à frente do destino dos cidadãos.

Com o regresso aos “mercados” lá se fizeram algumas fortunas abjectas, mas a vida dos cidadãos não vai ficar na mesma, vai ficar pior, como se prevê em todos os indicadores económicos e sociais para este ano, e sem fim à vista, tudo em nome da salvação dos “mercados”.

Não sei se essa gente está de má-fé ou é simplesmente ignorante, mas ainda não “perceberam” que a “acalmia dos mercados” obedece apena a um objectivo que é “demonstrar” que a receita de austeridade da srª Merkel ,seus amigos (BCE e Comisão Europeia) e “criados” (Passos Coelho, Gaspar e outros), “funciona”, porque a srª Merkel, a representante político-ideológica desses “mercados”, sofreu uma estrondosa derrota eleitoral há dois dias, colocando em risco a sua reeleição na Alemanha. Ou muito me engano, ou nos próximos dias  vamos ser “bombardeados” com os “êxitos” do modelo de austeridade defendido pela chanceler. A conta será paga depois da sua reeleição.


Sem comentários: