sexta-feira, 20 de julho de 2012

Morreu o historiador José Hermano Saraiva


José Hermano Saraiva ajudou a vulgarizar a História entre os leigos.

Quando apareceu pela primeira vez na televisão com um programa de divulgação da história de Portugal, ainda antes do 25 de Abril, essa aparição foi vista como uma lufada de ar fresco e inovação, apesar do seu apoio declarado ao regime anterior, onde assumiu as funções de Ministro da Educação durante a célebre crise académica de 1969.

Cultivou como ninguém  o tradicional modelo de "historiador cronista", dando vida e colorido, com algum exagero formal, mesmo aos temas mais obscuros da nossa história.

Foi um dos poucos historiadores que percorreu o país para reconstruir a história de cada local e de cada sítio.

Não foi um dos historiadores mais inovadores, por vezes exagerava na adjectivação dos factos e das figuras históricas, mas era um homem de uma grande cultura e com a sua morte, como alguém hoje escrevia, "ardeu uma biblioteca".

Sem comentários: