quarta-feira, 23 de maio de 2012

Desemprego histórico entre os jovens não descerá antes de 2016.

É mais uma instituição mundial a alertar as actuais lideranças mundiais para a catástrofe que se avizinha.
O tempo para mudar o rumo começa a escassear, nomeadamente na Europa.
Ao contrário do que aconteceu noutras épocas históricas, os actuais níveis de desemprego não são conjunturais, mas sim estruturais e só se resolviam com uma mais justa repartição da riqueza, uma aposta forte na formação, uma valorização dos salários e uma drástica redução do tempo de trabalho.
Infelizmente a ignorância, a irresponsabilidade, a falta de criatividade e a conivência dos nossos politicos para com a ganância dos sectores especulativos e financeiros, não augura nada de bom para o futuro da Europa e da humanidade.

Sem comentários: