sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

...É só esquemas!!!: Quem é quem nos jantares da Loja Mozart .

 
Tenho alguma dificuldade em entender a necessidade de organizações secretas no seio de regimes democráticos.
Claro que reconheço o papel histórico da Maçonaria na luta pela liberdade e pela democracia. Conquistada a liberdade e a democracia a Maçonaria tem toda a legitimidade para continuar a existir, mas devia fazê-lo às claras, com transparência.
Também sei que existem pelo menos duas grandes famílias maçónicas em Portugal, o Grande Oriente Lusitano e a Grande Loja Regular de Portugal e que esta segunda tem sido mais permeável a escândalos e oportunismos, como o demonstrou o caso da Universidade Moderna e agora o desta loja Mozart49.
Além disso nenhuma delas pode controlar as diversas lojas que lhe estão associadas ou as malfeitorias que alguns oportunistas fazem à sombra do poder e prestígio dessas instituições.
Toda a gente tem direito às suas convicções religiosas  e ideológicas, mas, num estado de direito, essas convicções não se podem sobrepor à legalidade.
O que não é admissível é que se use a velha “cunha”, levada ao extremo nos casos agora divulgados, para distribuir cargos públicos, influenciar decisões políticas, distribuir favores empresariais, de forma clandestina e ilegal.
Em abono da verdade, já não há pachorra para tanta ganância pelo poder, pelos negócios e pelo dinheiro, usando-se abusando-se da influência de poderes clandestinos, de gente sem rosto que domina organizações cujo poder de influência sobre a generalidade da vida dos cidadãos se sobrepõe ao poder legitimo da lei e da democracia, sejam esses poderes as agências de rating, o directório Merkozy, o clube Bilderberg, o Goldman Sachs ou as nossas Opus Dei e as várias lojas maçónicas.
É caso para perguntar, quem tem medo da legitimidade democrática?

1 comentário:

Anónimo disse...

Catroga já está reformado com dez mil euros, porque não emigra para a PUQUP, nas proximidades do Irão, para ver se dá um jeitinho nas bombas nucleares, prontas a disparar sobre todo o Mundo, enquanto fizesse de míssil, de certeza que não faria qualquer mossa(já que é energia pura) e já agora Lapin devia ferir de morte, quem decretou o corte nas pensões aos pobres e colocou mais boys em lugares de compadrio a ganhar cerca de 3.000€ mensais; mas há mais surge o maçon, doente e reformado Teixeira Pinto, como fazendo parte do Conselho da EDP:
STATE IN OTHER STATE
E este nosso povo já roga
À Nossa Senhora, a mercê
por ser o Eduardo Catroga
ser o Chair Man da E.D.P.
-
andou a estudar o fedelho
conforme disse o Arnault
e veio o deus do pentelho
o emprego a jovem tirou?
-
deu umas lições a Passos
deu outras a um Teixeira
e foi recebido nos braços
nos braços duma cadeira!
-
com a reforma de dez mil
teve-a em dois mil e dez
e um chinês por ser gentil
deu-lhe este tacho de vez
-
será que ele tira o Mexia
ai da E.D.P., do comando
valha-nos boa Mãe Maria
que já não sei onde ando!
-
Catroga é o Mister Ta Chu
e temos mais em Portugal
sabem senhores o que acho
ai deste autêntico Carnaval;
-
se eu vos disser o que sinto
verão que não é brincadeira
está na EDP Teixeira Pinto
doente, reformado Teixeira!
-
vendemos a energia eólica
para os States e ao Obama
este povo com uma cólica
já se rebola em sua cama!?
-
está barato o medicamento
ai não te irão deixar sofrer
com males deste momento
vão muitos jovens padecer!
-
a tocar no seu Cavaquinho
se põe já o rei mago Gaspar
e com o seu toque certinho
obriga todo pobre a pagar?
-
trinta e quatro mil milhões
nós temos a pagar de juros
a Catroga e demais papões
por serem os mais impuros!
-
e vede bem que na pobreza
há a diminuição de pensões
e viverá a gente portuguesa
do sorvo de todos galifões!?
-
Eugénio dos Santos